5 experimentos caseiros para fazer com seus filhos

É comum se deparar com o questionamento das crianças de “por que eu devo aprender isso?”. Não é difícil se assustar com a quantidade de teoria à qual estão expostos, mas é possível reverter essa situação. Além do apoio ao estudo, algumas soluções caseiras, como experimentos científicos, ajudam os pequenos a assimilar os assuntos.

Bexiga que enche sozinha

Ingredientes

  • Bexiga
  • Garrafa pet vazia e limpa
  • Uma colher de sopa
  • Um funil
  • Vinagre
  • Bicarbonato de sódio

Como fazer

Encha aproximadamente ? da garrafa pet com vinagre. Coloque 2 ou 3 colheres de bicarbonato de sódio dentro da bexiga. Após ambos os materiais preparados, prenda a bexiga no gargalo da garrafa, de modo que o bicarbonato de sódio caia dentro do recipiente.

Explicação

A interação entre o bicarbonato de sódio e o vinagre, uma base e um ácido, provoca a liberação do  dióxido de carbono, o famoso CO2. A reação entre os componentes faz com que essa liberação de gás encha a bexiga.

Colorir as flores

Ingredientes

  • Flor branca
  • Recipiente de vidro (vaso ou não)
  • Corante alimentício

Como fazer

Em um recipiente de vidro, acrescente o corante alimentício e misture bem. A cor é de sua preferência. Corte o talo da flor, de modo que ainda fique um bom espaço para sustentá-la e mantê-la viva. Após isso, coloque o talo na água com corante e espere a mágica acontecer. Essa experiência pode levar algumas horas.

Explicação

As flores, assim como qualquer outro vegetal, absorvem água pelo caule. Quando colocada na água, a flor absorve todos componentes presentes nela, inclusive o corante. Essa experiência mostra o processo de absorção de nutrientes das flores.

Areia movediça

Ingredientes

  • Recipiente de vidro
  • 1 caixa de amido de milho
  • 1 copos de água

Como fazer

Misture 3 copos de amido de milho com 1 de água até que forme uma mistura homogênea e grossa. O tempo aproximado para chegar ao ponto ideal é de 5 minutos.

Explicação

Assim como a areia movediça, essa experiência permite observar misturas que agem tanto como líquido quanto como sólido. Se colocar a superfície da mão com pressão sobre a “areia movediça” caseira, a mistura agirá como sólido e não afundará. Já se apenas um dedo for colocado na mistura, o corpo afunda devido à baixa pressão. Esse tipo de mistura é conhecida como “não newtoniana”.

Vela mágica

Ingredientes

  • Vela pequena
  • Recipiente de vidro (que cubra a vela em pé)
  • Recipiente raso (pode ser umprato)
  • Água
  • Corante alimentício

Como fazer

Fixe a vela em pé no recipiente raso, misture um copo de água com o corante e o despeje em volta da vela. Acenda a vela e tampe-a com o recipiente de vidro. É importante a supervisão de um adulto para que as crianças não se queimem. Após tampada, você poderá observar o conteúdo líquido do recipiente raso subindo no recipiente de vidro e apagando a vela.  

Explicação

A água sobe, pois a vela precisa de oxigênio para se manter acesa e, quando o recipiente é colocado em cima dela, a quantidade de O2 (oxigênio) fica limitada. Quando esse gás acaba dentro do recipiente de vidro devido à queima da vela, outros gases ainda permanecem ali dentro, o que causa a diferença de pressão atmosférica em relação ao que está para fora. Essa pressão faz com que a água seja empurrada para dentro do vidro.

O balão que não explode

Ingredientes

  • Bexiga
  • Vela
  • Água

Como fazer

Acrescente um pouco de água dentro da bexiga e a encha com ar. Não é necessário colocar muita água. Acenda a vela e coloque a parte da bexiga que está com água sobre ela. Como se fosse um truque de mágica, a bexiga, que normalmente exposta a altas temperaturas estouraria, permanece intacta.

Explicação

Essa experiência pode ser explicada a partir do conceito físico de calor específico. Como a água possui calor específico maior do que o ar, é capaz de absorver o calor da chama e não permitir que a borracha esquente a ponto de estourar.

Além de garantir bons momentos com os filhos, as experiências permitem que eles coloquem em prática os assuntos vistos em sala de aula. A prática, assim como a realização de exercícios, ajuda na absorção de conteúdos programáticos. Buscar atividades que ajudam no desenvolvimento infantil é essencial para os pequenos. Há maneiras de conciliar o aprendizado com diversão, como é o caso do uso da tecnologia como ferramenta de ensino.

Matricule seu filho na Ensina Mais Turma da Mônica!

A Ensina Mais Turma da Mônica garante um aprendizado eficiente e seguro para seus filhos. Cadastre-se no site e ganhe um desconto especial na matrícula!