A importância da autonomia

Crianças e adolescentes costumam ser muito inteligentes e talentosas. Mas, de acordo com os estudos realizados por Carol Dwek, professora do departamento de psicologia da Universidade de Stanford, essas características são muito bem aproveitadas quando somadas ao esforço, à dedicação e à vontade de aprender.


O aluno que se enxerga agente de sua vida se esforça para aprender cada vez mais, o que é excelente para o seu desempenho escolar. Isso porque quando nos sentimos protagonistas de nossas vidas, podemos melhorar e mudar a nossa realidade.


Em relação às atividades escolares, os pais podem mostrar aos filhos o quanto o esforço vale a pena. Caso o jovem tenha uma lista de livros a serem lidos para uma prova, por exemplo, é possível mostrar que com dedicação ele poderá atingir o seu objetivo. É importante também estimular o jovem a se desafiar em todas as disciplinas e responsabilizá-lo pelas notas tiradas na escola.


Em casa


As atividades domésticas auxiliam também no desenvolvimento da autonomia dos filhos. Levar o prato até a pia e arrumar o quarto são exemplos de esforços simples que contribuem para a formação de indivíduos conscientes.


Ensiná-los a importância de admitir os erros cometidos também é uma atitude que auxilia na criação de sujeitos mais responsáveis.

Fonte: Educar para Crescer